Bem vindo!!!

Nesse Blog postarei algumas matérias que fazem parte do meu dia a dia, serão matérias relacionadas a Direito, Corretagem, política, doutrinas cristãs e a viagens. Espero que gostem!

segunda-feira, 30 de maio de 2011

MORAR JUNTO ANTES DE CASAR, PODE?

A resposta a esta pergunta depende de alguma forma do que significa “morar junto”. Se “morar junto” significa ter relações sexuais, isto com certeza é pecado. Sexo antes do casamento é repetidamente condenado na Escritura, junto com outras formas de imoralidade sexual (Atos 15:20; Romanos 1:29; I Coríntios 5:1; 6:13,18; 7:2; 10:8; II Coríntios 12:21; Gálatas 5:19; Efésios 5:3; Colossenses 3:5; 1 Tessalonicenses 4:3; Judas 7). A Bíblia estabelece completa abstinência fora (e antes) do casamento. Sexo antes do casamento é tão errado quanto adultério e outras formas de imoralidade sexual, porque todas envolvem relações sexuais com alguém com quem você não é casado.
Se “morar junto” significa morar na mesma casa, este talvez seja um outro assunto. Basicamente, não há nada errado para um homem e uma mulher morarem na mesma casa, isto se nada imoral estiver acontecendo. Contudo, o problema surge porque ainda há a aparência de imoralidade:
1 Tessalonicenses 5:22 – “Abstende-vos de toda a aparência do mal.”
Efésios 5:3 – “Mas a prostituição, e toda a impureza ou avareza, nem ainda se nomeie entre vós, como convém a santos;”
E será uma tremenda tentação para a imoralidade. A Bíblia nos diz para fugirmos da imoralidade, e para não nos expormos a constantes tentações que levem à imoralidade (I Coríntios 6:18). E há o problema das aparências. Presume-se que um casal que more junto durma junto – é assim que as coisas funcionam. Apesar de não ser pecaminoso morar na mesma casa, a aparência do mal foi dada. A Bíblia nos ensina a evitar a aparência do mal (I Tessalonicenses 5:22; Efésios 5:3), a fugir da imoralidade, e não causar a alguém tropeço ou ofensa. Como resultado, não é honroso a Deus que um casal viva junto antes do casamento.
Deus os abençoe. Paz!
Germano Luiz Ourique

Nenhum comentário:

Postar um comentário